Geral

30 set
2016

CAMPUS RESTINGA NA MOBILIZAÇÃO PELA DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Servidores e estudantes do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) participaram de diversas atividades durante o Dia de Mobilização em Defesa da Educação Pública e dos Institutos Federais, que ocorreu em 29 de setembro em toda a Rede Federal.

No Campus Restinga, foi realizada a leitura da Carta de Vitória, redigida pelos dirigentes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica durante a 40ª Reditec, seguida de debate sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016 e a Medida Provisória 746/2016, que estão em tramitação no Congresso Nacional.

Os estudantes também confeccionaram cartazes para a mobilização.
A PEC 241/2016 congela o investimento público por 20 anos e desvincula a obrigatoriedade de percentual constitucional mínimo para gastos em saúde e educação, impactando na manutenção e na expansão da rede federal.
A MP 746/2016 propõe uma reformulação do ensino médio sem o necessário debate envolvendo a sociedade. Além disso, marginaliza disciplinas de base humanística, retrocede a formação
integral de nossos jovens e adultos e ainda precariza o ensino, ao permitir o reconhecimento do “notório saber” para o exercício da docência.
Mobilizados para envolver a população na discussão dessas medidas, servidores e estudantes do Campus Restinga vão promover e participar de diversos movimentos na comunidade. Na próxima sexta-feira, dia 07 de outubro, está prevista uma caminhada e uma aula pública, além de atividades culturais.

Os comentários estão fechados.