Religiosidade

06 nov
2016

1º Encontro de Quimbandeiros da zona sul na Restinga

Na noite da última sexta-feira, 04 de Novembro, a Esplanada da Restinga foi palco do 1º encontro de Quimbandeiros da zona sul da capital.

Famosa por receber eventos de todos os estilos, sejam artístico-culturais, sociais, esportivos e também religiosos, a Esplanada é o ponto de encontro da comunidade da Restinga. Um local democrático, encravado no coração do bairro mais populoso de Porto Alegre.

Segundo Cristiane Machado, uma das organizadoras do evento, o encontro teve como objetivo fortalecer o movimento do povo africanista e ressalta que a Restinga é o bairro com maior concentração de casas que cultuam religiões de matrizes africanas em Porto Alegre.

Apesar das religiões de matrizes afro, como o batuque e o candomblé, estarem enraizadas no Brasil há mais de 3 séculos, desde a vinda dos primeiros escravos negros oriundos do continente africano e mesmo com o aumento do percentual de brasileiros que se tornam cada vez mais adeptos, Cristiane informa que a religião sofre muito preconceito e ainda é muito criticada. “Infelizmente, a intolerância religiosa ainda é muito grande e nós sofremos muito preconceito. Já tentaram até aprovar uma lei para proibir o sacrifício de animais em cultos religiosos” – ressalta Cristiane, referindo-se ao projeto de lei encaminhado à Assembleia Legislativa em 2015 pela então deputada estadual pelo PDT Regina Becker, esposa do prefeito de Porto Alegre José Fortunati. O projeto tinha como objetivo proibir o sacrifício de animais em cultos religiosos. Por 27 votos a 14, os deputados votaram contra o projeto, que foi arquivado. O relator se baseou na Constituição Federal, que afirma ser “inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias”.

Vale ressaltar que o Brasil é um país laico, ou seja, tem como princípio a imparcialidade em assuntos religiosos, não apoiando ou discriminando nenhuma religião. Um país laico é aquele que segue a doutrina que defende que a religião não deve ter influência nos assuntos do Estado (país) e vice versa.

Este assunto é tão importante, que a redação do ENEM neste ano de 2016, realizado neste domingo (06), teve como tema: “CAMINHOS PARA COMBATER A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO BRASIL”.

Assim como diversos eventos Gospel, promovidos pelas igrejas Evangélicas e também como eventos Católicos já ocorridos na Esplanada, vermos estas ações realizadas por membros de religiões de matrizes africanas, comprova ainda mais a diversidade não só cultural e social, mas também religiosa da nossa comunidade, que com estas ações, dá um passo a frente no combate a intolerância religiosa e mostrando que a democracia não apenas se discute, mas se pratica.

Dia 20 de Novembro, em homenagem ao Dia da Consciência Negra, haverá um novo evento na Esplanada e o 2º encontro dos Quimbandeiros já está confirmado para 2017.

A Restinga mais uma vez está de parabéns e nós da TV Restinga estamos aqui para mostrar e compartilhar com todos histórias como esta.

Confira abaixo mais fotos do evento.

Crédito das fotos: Maurício Barreto (Barretinho).  Fotos aéreas (Drone): Dario Machado
Texto: Márcio Figueira

Os comentários estão fechados.