Saúde

21 out
2016

II FEIRA AFRO DEBATE RACISMO E SAÚDE DO POVO NEGRO NA RESTINGA

Nesta quinta-feira, dia 20 de Outubro, foi realizada no salão da Associação Comunitária Núcleo Esperança, a 2ª Feira Afro Saúde, promovida pelo CTSPN (Comitê técnico da saúde da População Negra) Restinga Extremo Sul, Gerência Distrital de Saúde Restinga Extremo Sul e Secretaria Municipal de Saúde Porto Alegre. O evento teve como principal objetivo promover espaço para discutir e promover a diversidade étnica racial, alertando a comunidade e os profissionais da saúde sobre os principais fatores de risco aos quais estão expostos o povo negro.

Muita gente não sabe, mas tanto homens quanto mulheres da raça negra, estão mais sujeitos a determinadas doenças do que pessoas brancas, como por exemplo a anemia falciforme, uma doença genética que causa deformação na membrana dos glóbulos vermelhos do sangue, além de outros problemas como hipertensão e problemas cardiovasculares. Pessoas negras também são mais propensas a terem câncer de próstata (no caso dos homens), diabetes, glaucomas e muito mais.

Por Isso, a 2 anos existe o CTSPN Restinga Extremo Sul, ficando atento a estes problemas citados. Nossa comunidade tem um alto índice de moradores negros e por isso essa atenção da Secretaria de Saúde do Município, que vem cumprindo na verdade uma determinação que é Nacional, a Política Nacional de Saúde da População Negra. Além disso, os participantes contaram com uma palestra de Vander Gomes, Mestre Griô, que falou sobre o impacto do racismo na nossa sociedade e como isso também interfere na saúde da população negra. Houve também um concurso de penteados afro e uma mostra de retratos.

Os comentários estão fechados.